2011 Das lágrimas aos heroís. Fala melodizada na comunidade yezidi da Arménia

Amy de la Breteque cartazInstituto de etnomusicologia (INET-MD), Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, UNL, colóquio Música em contexto, Lisbon, 5 May.

 

 

Abstract

Na comunidade Yezidi da Arménia, os sentimentos de tristeza são muitas vezes ditos com um tom de voz melodizado. Este registo de voz específico, qualificado por os Yezidi como "palavras sobre" (kilamê ser), podem ser usados nos contextos rituais (com os funerais) bem como na conversação quotidiana. É a melhor maneira de expressar sentimentos de tristeza e de falar sobre eventos traumáticos. Embora os Yezidi não considerem os "kilamê ser" como "música", não é raro encontrar estas performances gravadas em cassetes áudio e CD no mercado local.
Nesta apresentação vou discutir a posição limítrofe deste modo de enunciação, entre a fala e a música. Vou analisar de que forma as características formais do discurso melodizado ajudam os enunciadores a criar um espaço de empatia emocional. Por fim, vou mostrar como estas enunciações, muitas vezes moldadas por contextos muito localizados, contribuem, num outro nível, para o nascimento de formas culturais compartilhadas por toda a comunidade.